Favorites
 
Last viewed
30 Abril 2020
Noticias

Covid-19: crise já provocou uma descida na avaliação bancária de março

Trata-se da primeira descida em quatro anos. A avaliação bancária desceu um euro em março, para 1110 euros por metro quadrado, refletindo já parcialmente os efeitos da pandemia Covid-19, segundo os dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

Segundo o INE, este valor representa uma descida de 0,1% relativamente a fevereiro e um aumento de 10,3% face ao mesmo mês do ano anterior.

“A informação deste destaque, respeitante a Março, já deverá refletir parcialmente efeitos da pandemia covid-19, quer no comportamento do índice de preços, quer na quantidade de informação primária disponível para compilar o índice”, refere o instituto.

A nível regional, a maior subida face ao mês anterior registou-se na Região Autónoma da Madeira (2,2%) e a descida mais acentuada foi observada no Alentejo (-1,7%).

Em comparação com o período homólogo, o valor mediano das avaliações cresceu 10,3% e a taxa de variação homóloga mais elevada para o conjunto das avaliações verificou-se na Área Metropolitana de Lisboa (12,1%), com a menor foi registada no Alentejo (1,8%).

No mês em análise, o valor mediano de avaliação bancária de apartamentos foi 1209 euros por metro quadrado, aumentando 11,7% relativamente ao mês homólogo, enquanto o valor mediano da avaliação bancária das moradias foi de 923 euros por metro quadrado, o que representa uma subida de 5,1% em relação mesmo mês do ano anterior.

Fonte: Lusa

Subscribe our newsletter
The Mercado App will help you find your home!
Access App
I prefer to access the website